modobulb

Francisco

Posted in notícias, projetos by modobulb on March 1, 2011

Estamos de volta depois de 45 dias na estrada. Percorremos toda a extensão do Rio São Francisco, desde sua nascente na Serra da Canastra, em Minas Gerais, até o seu encontro com o mar, dividindo Sergipe e Alagoas.

Barra, Bahia.... Lembramos de Anna Mariani.

Xique-Xique, Bahia. Jucilene na embarcação Princesa do Café.

Encontramos um rio marcado por seu uso, por sua relação já antiga com o Homem. Dos primeiros habitantes, que cultivavam e caçavam às suas margens até o tecnológico vale verde, com suas frutas e vinhos, baseiam sua existência no uso dos recursos fornecidos por suas águas. As barragens da Chesf iluminam o nordeste brasileiro. Suas águas transpostas prometem diminuir o sofrimento da seca.

”O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”

Encontramos, também, um rio imaginário, as águas do “Bicho da Água”, do “Nego d’Água”. Um rio que dorme a meia noite. O rio das corridas à vela, dos barcos construídos por crianças na caxeta, dos bodoques e dos alçapões de pegar passarinhos. O rio dos Brejos e Povoados,  rio do escambo, um rio sem dinheiro.

Pilão Velho, Bahia.

Belo Monte, Alagoas.

Existe um rio que já não existe mais, o rio dos vapores, o rio das carrancas é hoje memória gravada na terra e no povo. Como todo Brasil, Francisco se transforma. Luz para todos, Bolsa Família, o PAC, os pólos técnicos, as lan houses, os bancos de crédito. Bom Jesus dos Navegantes atola nos bancos de areia de um rio sem cílios. Nas cidades evangélicos, protestantes e batistas promovem uma nova fé. As cidades se expandem e crescem mais do que o rio, por algumas ele passa esquecido, em outras é parque de diversão.

Pirapora, Minas Gerais.

3 Marias, Minas Gerais. Douglas, Joaquim e Joyce no Mar de Minas.

Encontramos um rio de dimensões continentais, um território incompreensível, e isso foi libertador. Temos pela frente um longo trabalho de edição, na busca de um rio que agora também é nosso, um rio feito de encontros.

6 Responses

Subscribe to comments with RSS.

  1. Felipe Baenninger said, on March 1, 2011 at 2:00 pm

    Que bonito galera.
    Parabens
    Deu mais vontade de conhecer esse lugar incrivel.

    Espero o material…

    Abraços

    • modobulb said, on March 1, 2011 at 9:53 pm

      Valeu Felipe, assim que terminar a edição te aviso.
      Mas com certeza vamos soltando as imagens por aqui.

      Abraço!

  2. Thelma said, on March 1, 2011 at 4:31 pm

    Que saudades! Que bom ver suas imagens! Como sempre lindas! Tenho certeza que esse novo projeto já é um sucesso! Beijos.

    • modobulb said, on March 1, 2011 at 9:52 pm

      Oi Thelma, bom você por aqui! Estamos de volta, vamos juntar a turma? Saudades de vocês.
      Beijos.

  3. Daniela Petrucci said, on March 8, 2011 at 5:42 pm

    Uma grande pesquisa, em todos os sentidos, uma linguagem leve, gostosa e fotografias que preenchem boa parte da curiosidade, mas o gostinho de quero mais toma conta, quero mais!
    Parabéns.

  4. Gabriel Bianchini said, on March 9, 2011 at 2:47 pm

    Maravilha.

    Ansioso para ver a edição


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: